sexta-feira, abril 1

Pedro e o Lobo: uma Fábula Moderna

"Na altura em que o Sócrates era pequenino não havia o Plano Nacional de Leitura e por isso faltaram-lhe algumas obras essenciais na meninice de qualquer um, daquelas em que no final a mãe aproveita para ir deixando recados: "Vês, se não me obedeces, vem um lobo e come-te. A ti e à avó." Ou "Se aceitas comida de estranhos, morres. Porque ainda não tens idade para seres beijada. E em república não há príncipes. Tás lixada e morres mesmo rodeada por sete anõezecos"... Enfim, faltou ao Sócrates aquelas obras essenciais para moldar positivamente a personalidade infantil de cada um. Uma das histórias que está claramente em falta é a do Pedro e do Lobo. E como o Sr. Sousa não a conhece, e na esperança de que o tempo livre que terá depois da demissão lhe permita navegar aqui pela net e encontrar os meus escritos, cá vai: Era uma vez um menino chamado Pedro que era muito mentiroso. Vivia na serra e tomava conta de rebanhos que os habitantes da sua aldeia lhe confiavam. Pelo prazer de chamar a atenção, de vez em quando gritava Acudam que vem lá FMI/lobo!!! E as gentes da terra acorriam com medo da ameaça. Mas a brincadeira aconteceu uma, duas, três, quatro vezes. E à quarta vez, as gentes não acreditaram. Porque a mentira e a desonestidade eram tais que o Pedro estava descredibilizado. Só que agora era a sério. Veio a Merkel/o lobo, que o comeu sem que o Cavaco/ninguém mexesse um dedo para o ajudar. E consta que do Pedro ninguém sentiu saudades. Quem disse que o mundo das histórias infantis é um mundo cor-de-rosa?" JH Publicada por OlhóTax

(recebi via email e não consegui identificar a origem... talvez um blog...)

ACTUALIZAÇÃO: OS AUTORES TIVERAM A SIMPATIA DE SE APRESENTAR: É @ Nossa Escolinha

1 comentário:

OlhóTaxo disse...

O texto do post é da autoria de um dos autores do blog e@nossa escolinha:

http://eanossaescolinha.blogspot.com/2011/03/pedro-e-o-lobo.html

Ainda bem que gostou!